quarta-feira, 21 de março de 2012

Morre em Bauru, Arcôncio, o velho comunista


Faleceu nesta tarde, em Bauru-Sp,  o camarada Arcôncio Pereira da Silva aos 96 anos de idade.

Arcôncio, alagoano de Viçosa, foi ferroviário da Companhia Paulista de Estrada de Ferro de onde foi demitido em 1949, em decorrência da greve de Triagem. Trabalhou também na Estrada de Ferro Sorocabana sendo demitido em outubro de 1964. Preso em 1949, 1964 e 1970, Arcôncio militava desde 1947 nos quadros do Partido Comunista. 

Primou sua vida pela coerência e sobretudo pelo ética e moral revolucionária. Deixa uma lacuna, principalmente quando a classe politica não defende com clareza princípios ideologicos. Morreu aguardando a portaria que o declararia anistiado político.



Será velado no Memorial Bauru, na rua Ezequiel Ramos.
Centro de Estudos Sociais e Políticos Nossa Memória, Ninguém Apaga
Fotos de evento em homenagem a Arcôncio, realizado pelo Fórum de Ex-Presos Políticos de São Paulo

Um comentário:

  1. Marcela Cristina E.S.Mendonça22 de março de 2012 09:37

    para esse grande homem comunista de bauru que deixou sua esposa ZULEIDE JULIA DE SOUZA SILVA um grande abraço e que fique com deus de suas afilhadas MARCELA E PRISCILA e de sua querida esposa ZULEIDE.

    ResponderExcluir

Seja Bem Vindo, Participe!

Curta a nossa pagina

Ocorreu um erro neste gadget

Participe do grupo no Facebook

Pesquisar

Ocorreu um erro neste gadget
“Este é tempo de divisas, tempo de gente cortada. É tempo de meio silêncio, de boca gelada e murmúrio, palavra indireta, aviso na esquina.”
Carlos Drumond de Andrade