quarta-feira, 6 de abril de 2011

Memórias De Um Regime

Luiz Aparecido da Silva
Memória Viva da Ditadura


Amigos!

Se Fui nela preso três vezes durante a Ditadura Militar, sofrendo torturas e cumprindo ao todo quase cinco anos de prisão. Algumas delas clandestinas, pois sequer foram registradas pelos órgãos de repressão da época. Sou militante de esquerda desde 1963 na Juventude Comunista, também na Dissidência Comunista de São Paulo, depois na ALN, depois APML e finalmente no PCdoB do qual faço parte até hoje.

Luiz Aparecido da Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja Bem Vindo, Participe!

Curta a nossa pagina

Ocorreu um erro neste gadget

Participe do grupo no Facebook

Pesquisar

Ocorreu um erro neste gadget
“Este é tempo de divisas, tempo de gente cortada. É tempo de meio silêncio, de boca gelada e murmúrio, palavra indireta, aviso na esquina.”
Carlos Drumond de Andrade