terça-feira, 5 de julho de 2011

Mortos e Desaparecidos Políticos - Antônio Henrique Pereira Neto (Padre Henrique)

Antônio Henrique Pereira Neto (Padre Henrique)
Ficha Pessoal



Dados Pessoais

Nome:
 Antônio Henrique Pereira Neto (Padre Henrique)
Atividade:
 Padre e professor


Dados da Militância

Morto ou Desaparecido:
 Morto  25/5/1969

 Recife PE Brasil  Cidade Universitária  Clandestinidade
Dados da repressão

Orgãos de repressão
(envolvido na morte ou desaparecimento)
 Comando de Caça aos Comunistas CCC Brasil
 Polícia Militar PM Brasil
Agente da repressão:
(envolvido na morte ou desaparecimento)
 Bartolomeu Gibson , Cícero Albuquerque , José Caldas Tavares ,    José Ferreira dos Anjos , Michel Maurice Och , Pedro Jorge Bezerra Leite , Rogério Matos do Nascimento


Biografia



Documentos

Artigo de jornal
Artigo incompleto, sem fonte e sem data, intitulado: Encontro de anistia divulga lista com novos desaparecidos. Informa que o Congresso Nacional pela Anistia divulgou lista com nomes de pessoas mortas e desaparecidas a partir de 1964.

Relatório
Página 2 de documento com denúncia de organizações de esquerda encontrado no arquivo do DOPS/SP. Possui lista dos brasileiros assassinados pela ditadura militar, cita três brasileiros inválidos e artigo do Estado de São Paulo de 13/05/70, questionando sobre pena de morte no Brasil em virtude de comissão especial de justiça a ser designada para julgar quatro acusados de terrorismo em Olinda, PE, que poderá condená-los à pena de morte. Na lista dos brasileiros assassinados constam: Carlos Marighella, Edson Luiz, José Guimarães, João Roberto, Chael, Padre Henrique (Antônio Henrique), Bernardino Saraiva, Carlos Roberto Zanirato, Carlos Schirmer, José de Souza, João Lucas Alves, Manuel Alves de Oliveira, Pedro Inácio de Araújo, Hamilton Cunha, Severino Melo, Severino Viana Colon, Reinaldo Pimenta, Fernando Ruivo (Fernando Borges de Paula Ferreira), Virgílio Gomes, Mário Alves, além de José Araújo Nóbrega.

Relatório
Parte de documento, encontrado no arquivo do DOPS, de organização de esquerda contendo denúncias de mortes, violências e ilegalidades cometidas pela ditadura militar. Comenta que, para a ditadura defender-se, viola as leis que ela própria elaborou, entregando o comando da repressão a órgãos clandestinos como o DOI-CODI e a OBAN e cita nomes de pessoas mortas ou desaparecidas por estes órgãos, como: Marighella, Edson Luís, José Guimarães, João Roberto, Padre Henrique (Antônio Henrique Pereira Neto), Bernardino Saraiva, João Domingues da Silva, Carlos Schirmer, Marco Antônio Braz Carvalho, Pedro Inácio de Araújo, Hamilton Cunha, Eremias Delizoicov (considerado aqui como ex-militar morto no Rio), Carlos Roberto Zanirato, Antônio Raymundo Lucena, José Wilson Lessa Sabag, José Roberto Spiegner, Dorival Ferreira, José Idésio Brianezi e Juarez P. de Brito.

Relatório
Documento da Comissão Especial - Lei 9.140/95, Brasília, 18/01/96. Relator: deputado Nilmário Miranda. Referente ao requerimento de Isairas Pereira da Silva, mãe de Antônio Henrique Pereira Neto, para o reconhecimento da morte e inclusão do seu nome nos termos da Lei 9.140/95. Traz as circunstâncias da morte de Antônio Henrique e o voto do deputado favorável ao deferimento do pedido.

Relatório
Relatório produzido pelo Comitê de Solidariedade aos Presos Políticos do Brasil em 02/73. Denuncia mortes de presos políticos aos Bispos do Brasil. Documento apreendido pelo DOPS em poder de Ronaldo Mouth Queiroz.

Folheto
Panfleto da UNE-UBES, intitulado Campanha Nacional contra os Crimes da Ditadura Militar, denunciando as torturas sofridas por presos políticos e divulgadas em publicações clandestinas. Cita alguns assassinatos praticados pela ditadura militar como Carlos Marighella, Chael Charles Schreier, Antônio Henrique Pereira Neto (Padre Henrique) e João Roberto Borges de Souza, além de diversos casos de violência e tortura, causando seqüelas em diversas pessoas. O documento possui carimbo do arquivo do DOPS de 21/07/70.

Parte de livro
Teles, Janaína (org.). Mortos e desaparecidos políticos: reparação ou impunidade? São Paulo: Humanitas - FFLCH/USP, 2000. p.172-176. Lista de nomes dos presos políticos cujas famílias receberam indenização do governo por este ter assumido a responsabilidade pela morte ou desaparecimento dos mesmos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja Bem Vindo, Participe!

Curta a nossa pagina

Ocorreu um erro neste gadget

Participe do grupo no Facebook

Pesquisar

Ocorreu um erro neste gadget
“Este é tempo de divisas, tempo de gente cortada. É tempo de meio silêncio, de boca gelada e murmúrio, palavra indireta, aviso na esquina.”
Carlos Drumond de Andrade