quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Grupo de Pesquisas vai discutir a ditadura militar no Pará

A história da Ditadura Militar no Brasil e seus efeitos no Estado do Pará são o objeto de debate do ciclo de palestras "A Ditadura Militar no Pará: memória, história e abertura de arquivos (comissão da verdade)", que acontece no auditório do Centro de Ciências Sociais e Educação (CCSE) da Universidade do Estado do Pará (Uepa), no bairro do Telégrafo, nos dias 16, 23 e 30 de novembro. A programação tem entrada franca e é promovida pelo Grupo de Pesquisas Movimentos Sociais, Educação e Cidadania na Amazônia (GMSECA), vinculado à instituição. O tema do debate do primeiro dia, que começa às 16h e vai até às 18h, é "A censura na Ditadura Militar e Igreja na Ditadura Militar", com relatos de experiências dos padres Cláudio Barradas e Savino Mombelli mediados pelo prof. Msc. Paulo Bibas Fialho (Uepa/GMSECA).
No dia 23, também entre 16h e 18h no auditório do CCSE, é a vez de discutir "A Ditadura Militar no Brasil e no Pará", programação que vai contar com o cientista político Roberto Correa, da Universidade Federal do Pará (Ufpa) e com a representação da comissão dos desaparecidos do Araguaia. A mediação nesse dia fica por conta do prof. Msc. Marcelo Luis Bezerra (Uepa/GMSECA).
Para encerrar o ciclo participam o senador da República João Capiberibe (PSB/AP) e o prof. Dr. em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRS), Humberto Cunha, do debate "Abertura de Arquivos", no dia 30. A profa. Dra. Maria Marize Duarte (Uepa/GMSECA) e o prof. Msc. Ubiracy Rodrigues (Uepa/GMSECA) conduzem a mediação nesse último encontro, realizado entre 16h e 18h.
Serviço: Ciclo de palestras "A Ditadura Militar no Pará: memória, história e abertura de arquivos (comissão da verdade)" -  dias 16, 23 e 30 de novembro, no auditório do CCSE/Uepa (Trav. Djalma Dutra, s/n - Telégrafo). Realização do GMSECA/Uepa. Informações: 4009-9515.

Por Carolina Menezes
Via agenciapara.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja Bem Vindo, Participe!

Curta a nossa pagina

Ocorreu um erro neste gadget

Participe do grupo no Facebook

Pesquisar

Ocorreu um erro neste gadget
“Este é tempo de divisas, tempo de gente cortada. É tempo de meio silêncio, de boca gelada e murmúrio, palavra indireta, aviso na esquina.”
Carlos Drumond de Andrade