sábado, 16 de abril de 2011

Aeronáutica fez pente-fino em textos sigilosos

Postagem Dag Vulpi 16/04/2011 19:36
 
AE - Agência Estado
 
O mais recente lote de documentos produzidos pelo serviço de inteligência da Aeronáutica durante a ditadura militar e aberto a consulta na última terça-feira passou por um filtro antes de ser entregue ao Arquivo Nacional. Além de sinais de que folhas foram deliberadamente arrancadas, o lote de documentos traz informações que não indispõem a Aeronáutica com políticos que foram perseguidos no passado pelo governo militar, como José Serra e os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Fernando Henrique Cardoso.
As informações passadas pela Aeronáutica no ano passado, por exemplo, são elogiosas a Fernando Henrique. O relatório encaminhado nesse lote para o Arquivo Nacional, datado de 1994, descreve o então ministro da Fazenda como detentor de um "currículo invejável todo construído na esquerda e na oposição aos governos pós-1964".
O ex-governador José Serra (PSDB-SP) aparece apenas mencionado como então presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), sem nenhuma crítica à sua militância. Sobre o ex-presidente Lula, a Aeronáutica encaminhou somente recortes de jornais datados da década de 80, relatos da participação dele em reuniões sindicais e informes com detalhes de negociações salariais. Vale ressaltar que os três foram espionados durante o regime militar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja Bem Vindo, Participe!

Curta a nossa pagina

Ocorreu um erro neste gadget

Participe do grupo no Facebook

Pesquisar

Ocorreu um erro neste gadget
“Este é tempo de divisas, tempo de gente cortada. É tempo de meio silêncio, de boca gelada e murmúrio, palavra indireta, aviso na esquina.”
Carlos Drumond de Andrade