quinta-feira, 19 de maio de 2011

Internet - Trincheira De Lutas Populares

INTERNET - TRINCHEIRA DE LUTAS POPULARES - Enviado usando a Barra de Ferramentas Google"

Por: Laerte Braga
Imprimir E-mail
Qui, 19 de Maio de 2011 13:16

O ENCONTRO DE BLOGUEIROS E MÍDIAS SOCIAIS DO ESPÍRITO SANTO, nos dias 3, 4 e 5 de junho próximo, em Vitória, capital do estado, traz uma importante contribuição ao campo das lutas populares no Brasil e na INTERNET, especificamente. Mas é claro, com desdobramentos para fora.
O ENCONTRO se propõe a um debate plural. Incorpora todas as forças do campo popular em discussões sobre temas políticos de importância primeira, tanto quanto, abre espaços para uma ampla percepção da rede mundial de computadores como instrumento, trincheira dessas lutas.
Vive-se um momento decisivo no País a propósito do resgate da nossa História recente. O coordenador do projeto DIREITO À MEMÓRIA E À VERDADE Gilney Viana, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, trava uma das lutas mais significativas - ainda que distante da mídia privada - dos nossos dias.
A história real da barbárie da ditadura militar materializada em tortura, assassinatos, toda a sorte de felonias possíveis a um regime.
Cria perspectivas para que o brasileiro conheça e saiba o que foi a OPERAÇÃO CONDOR (associação de aparelhos repressivos de países como o Brasil, Uruguai, Argentina, Paraguai e Chile). Um esquadrão da morte de Estados.
O volume de crimes cometidos por esse terrorismo de extrema-direita, ainda encoberto em nosso País por uma inexplicável resistência de setores das Forças Armadas, à medida que permite máculas sobre os que se julgam acima do bem e do mal.
É chover no molhado, mas é uma realidade que não se pode desmentir.
Sem conhecer o passado é impossível construir um futuro em que o ser humano se veja como tal e não como objeto de um modelo político e econômico que, na essência, com todas as concessões alcançadas na luta do dia a dia, é, em si e por si, em sua natureza, escravagista.
Vem cercado de um aparato tecnológico tipo lobo mau vestido de vovozinha em estilo high tech.
Expor as vísceras da ditadura militar não é ato de revanchismo e tampouco quebrar as regras legais de uma anistia montada para inocentar criminosos, num momento em que o regime militar não se sustentava nem em boa parte dos quartéis.
É história. Quem fez que assuma as responsabilidades.
O todo do ENCONTRO DE BLOGUEIROS E MÍDIAS SOCIAIS DO ESPÍRITO SANTO marcha para esse e por esse caminho. E busca o debate sobre questões essenciais. A INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA. Vale dizer a opção que os países da América Latina têm em suas mãos de reafirmar sua independência e perceber o que os une na luta por essa assertiva. São nações que se abraçam na perspectiva de isolar e afastar o protetorado, por exemplo, que cobre a Comunidade Européia e transforma países daquele bloco em colônias/bases militares.
A realidade do mundo globalizado pela força do terror de Estado, pelas rígidas regras do neoliberalismo e agora pela falência do modelo, o que o torna mais feroz e agressivo o ponto de partida dessa nova barbárie impõe esse debate de integração latino-americana.
A REFORMA POLÍTICA. O debate, por enquanto, está restrito às cúpulas dos grandes partidos e elites políticas e econômicas. A mídia privada reproduz as "verdades" de uma mudança que não muda nada e mantém intocados privilégios de senhores feudais, caso de José Sarney, presidente do Senado Federal.
O assunto não se restringe ao sistema de eleição de deputados (distrital, proporcional ou misto), como querem fazer crer e todo o debate produzido em instâncias onde o povo não tem acesso. Recebe o pacote pronto e acabado pelo principal tentáculo das elites. A mídia privada.
O conceito de REFORMA POLÍTICA visto como ampla mudança estrutural para o Brasil. Sai dos limites estreitos do eleitoral e se esparrama pela necessidade de uma reforma do Judiciário, da reforma agrária com a discussão real e efetiva dessa realidade no País hoje, o poder do latifúndio que se vê claro na tentativa de impor um Código Florestal sinônimo de predação ambiental sem limites.
E aponta para a necessidade de uma Assembléia Nacional Constituinte, participação popular direta. Como está posta a REFORMA POLÍTICA é embromação das cúpulas dos grandes partidos em estreita colaboração com forças das elites econômicas e grandes prejuízos para o Brasil e os brasileiros.
A retomada do País na discussão proposta sobre a banda larga. Nada das grandes empresas do setor, as chamadas teles, mas a banda larga popular, com autonomia cidadã. A INTERNET se consolidando como trincheira de lutas desde a cidade, realidade imediata de cada um e até a nação, numa visão que inclui um espírito de brasilidade que é latino-americano.
A importância dos MOVIMENTOS SOCIAIS no processo político. A descriminalização desses movimentos, objeto de massacre do noticiário da mídia privada, no processo espetáculo que tentam impor aos brasileiros, como de resto, no mundo inteiro.
Ao sair da ditadura militar o Brasil se viu ainda preso nas garras controladoras do conjunto golpista de 1964, guardado e protegido por uma anistia canhestra, um descabido poder militar que transforma essas forças em estamento e não em segmento do Estado. Uma reconstrução do Brasil com presença popular, com certeza, vai nos deixar livres de figuras como Sarney, Serra, Aécio, Temer, Jobim, Gilmar Mendes, sub-produtos de um modelo formatado nos limites permitidos num primeiro momento pela ditadura e num outro momento (Sarney/Collor/FHC/Itamar) pela realidade da nova ordem econômica, o CONSENSO DE WASHINGTON.
O que vem a ser um arsenal que mata e destrói em qualquer canto do mundo ao sabor de suas conveniências imperiais/terroristas.
Abrir o que chamamos de baú da ditadura militar no seu todo. Sem limites. Buscar a integração latino americana e assim enxergar a realidade de um caminho que passe pela participação popular direta, decisiva e por si capaz de definir, vai sacudir a poeira das pirâmides postas em Brasília e espalhadas pelo País nos privilégios de uma elite que se mostra viva quando em Higienópolis, bairro da cidade de São Paulo, as castas ditas superiores, não querem "gente diferenciada".
Alusão a nordestinos, negros, pobres, excluídos de um modo geral.
A INTERNET não é uma questão técnica de funcionar bem ou mal, ou viabilizar-se aqui e ali de uma ou outra forma dentro da lógica e dos parâmetros do que temos. É uma trincheira de lutas para arrebentar esse dique e explodir em participação popular. É o papel que vai se discutir no ENCONTRO DE BLOGUEIROS E MÍDIAS SOCIAIS DO ESPÍRITO SANTO a partir da abertura do evento.
A luta pela memória e a verdade - a abertura dos baús da ditadura - e o filme UTOPIA E BARBÁRIE do cineasta Sílvio Tendler, um resgate da História desde o fim da primeira guerra mundial e o terror nuclear.
Precedem os debates no sábado e no domingo. Numa certa medida definem pautas visíveis na realidade.
A espada de Dâmocles que o terror imperial mantém sobre o mundo em sua sanha de barbárie.
O encontro é só uma porta, mas se insere nesse contexto todo.

Um comentário:

  1. Questo è irreversibile, strumenti di social media stanno trasformando il mondo attuale globalizzato, gli uomini con questi strumenti cambierà il modo in cui vedere e capire le bol! Complimenti per la vostra iniziativa.

    ResponderExcluir

Seja Bem Vindo, Participe!

Curta a nossa pagina

Ocorreu um erro neste gadget

Participe do grupo no Facebook

Pesquisar

Ocorreu um erro neste gadget
“Este é tempo de divisas, tempo de gente cortada. É tempo de meio silêncio, de boca gelada e murmúrio, palavra indireta, aviso na esquina.”
Carlos Drumond de Andrade